Vídeo de divulgação da História e o Espiritismo

.

.

Seja bem vindo

Seja bem vindo

Mapa

free counters

Total de visualizações de página

Seguidores

COMUNICAÇÃO MEDIÙNICA : VOLTAIRE E FRÉDÉRIC

17 de jul de 2010

                                                                                           foto de Voltaire
  1. Conversas familiares de além túmulo- Voltaire e Frédéric
Revista Espírita, agosto de 1859

 
Diálogo obtido por intermédio de dois médiuns servindo de intérpretes à cada um desses dois Espíritos, na sessão da Sociedade de 18 de março de 1859.
Questões preliminares endereçadas a Voltaire.

1. Em que situação estais como Espírito?
R. Errante, mas arrependido.

2. Quais são as vossas ocupações como Espírito?
R. Eu rasgo o véu do erro que, em minha vida, acreditava ser a luz da verdade.

3. Que pensais de vossos escritos em geral?
R. Meu Espírito estava dominado pelo orgulho; depois, eu tinha uma missão de arrojo a dar a um povo na infância; minhas obras são dela as conseqüências.

4. Que direis, em particular, de vossa Jeanne D'Arc?
R. Esta foi uma diatribe; fiz mais ruim que isso.

5. Quando vivo, que pensáveis de vosso futuro depois da morte?
R. Eu não acreditava senão na matéria, vós bem o sabeis, e ela morre.

6. Éreis ateu no verdadeiro sentido da palavra?
R. Eu era orgulhoso; eu negava a divindade por orgulho, é do que sofro e do que me arrependo.

7. Gostaríeis de conversar com Frédéric, que também consentiu em responder ao nosso apelo. Essa conversa seria instrutiva para nós. –
R. Se Frédéric o quer, eu estou pronto.

Voltaire. - Vedes, meu caro monarca, que reconheço meus erros e que estou longe de falar como nas minhas obras; outrora dávamos o espetáculo de nossas torpezas; agora somos
obrigados a dar o de nosso arrependimento e do nosso desejo de conhecer a grande e pura verdade.

Frédéric. - Eu vos acreditava menos bom do que não o sois realmente.

Voltaire. - Uma força que somos obrigados a adorar, e reconhecer toda soberana, força nossa alma a proclamar para aqueles que talvez abusamos, uma doutrina toda oposta àquela que professamos.

Frédéric. - É verdade, meu caro Arouet, mas não finjamos mais, é inútil, todos os véus caíram.
Fonte: http://www.espirito.org.br/portal/codificacao/re/1859/08e-conversas-familiares.html (1 of 4)7/4/2004 09:11:13




                                                        Foto do Rei Frédéric II da Prussia

  2- COMUNICAÇÃO MEDIÚNICA DE VOLTAIRE
Titulo : Os dois Voltaire
(Sociedade Espírita de Paris; grupo Fauchorand. - Médium,Sr. E. Vézy.)

Sou bem eu, mas não mais aquele Espírito zombador e cáustico de outrora; o pequeno reizinho do século dezoito, que comandava, pelo pensamento e o gênio, a tantos grandes soberanos, hoje não tem mais sobre os lábios aquele sorriso mordaz que fazia tremer inimigos, e mesmo amigos! Meu cinismo desapareceu diante da revelação das grandes coisas que eu queria tocar e que não as soube senão no além-túmulo!
Pobres cérebros tão estreitos para conterem tanta maravilha! Humanos, calai-vos, humilhai-vos, diante do poder supremo; admirai e contemplai, eis o que podeis fazer. Como quereis aprofundar Deus e seu grande trabalho? Apesar de todos esses recursos, vossa razão não se choca diante do átomo e o grão de areia que ela não pode definir?
Usei minha vida, eu, a procurar e a conhecer Deus e seu princípio, minha razão nisso se enfraqueceu, e cheguei, não a negar Deus, mas sua glória, seu poder e sua grandeza. Eu
me explicava esse desenvolvimento no tempo. Uma intuição celeste me dizia para rejeitar esse erro, mas não a escutava, e me fiz apóstolo de uma doutrina mentirosa... Sabeis por
quê? Porque no tumulto e no fracasso de meus pensamentos, que se entrechocavam sem cessar, não via senão uma coisa: meu nome gravado no frontão do templo de memória das
nações! Não via senão a glória que me prometia essa juventude universal que me cercava e parecia provar com suavidade e delícias o suco da doutrina que eu lhe ensinava. No entanto, impelido por não sabia quais remorsos de minha consciência, quis parar, mas era muito tarde; como uma utopia, todo o sistema que abraça vos arrasta; a torrente segue
primeiro, depois vos leva e vos quebra, tanto sua queda é, às vezes, violenta e rápida. Crede-me, vós que estais aqui à procura da verdade, encontrá-la-eis quando tiverdes
destacado de vosso coração o amor às lantejoulas, que fazem brilhar, aos vossos olhos, um tolo amor-próprio e um tolo orgulho. Não temais, no novo caminho que caminhais,
combater o erro e abatê-lo quando se levantar diante de vós. Não é uma monstruosidade enaltecer uma mentira contra a qual não se ousa se defender, porque se fez discípulos que vos precederam em vossas crenças?
Vós o vedes, meus amigos, o Voltaire de hoje não é mais aquele do século dezoito; sou mais cristão, porque venho aqui para vos fazer esquecer minha glória e vos lembrar o que
eu era durante minha juventude, e o que eu amava durante minha infância. Oh! Quanto gostava de me perder no mundo do pensamento! Minha imaginação, ardente e viva, corria os vales da Ásia em conseqüência daquele a quem chamais Redentor... Gostava de correr nos caminhos que ele percorrera; e como me parecia grande e sublime esse Cristo no meio da multidão! Acreditava ouvir sua voz poderosa, instruindo os povos da Galiléia, mas margens do lago de Tiberíades e da JudéiaL. Mais tarde, nas minhas noites de insônia, quantas vezes me levantei para abrir uma velha Bíblia e dela retirar as santas páginas! Então, minha cabeça se inclinava diante da cruz, esse sinal eterno da redenção que une a Terra ao céu, a criatura ao Criador!... Quantas vezes admirei esse poder de Deus, se subdividindo, por assim dizer, e do qual uma centelha se encarna para se fazer pequeno, vindo dar sua alma no Calvário para a expiação!... Vítima augusta, da qual neguei a divindade, e que me fiz dizer dela, no entanto:Teu Deus que traíste, teu Deus que blasfemas, Por ti, pelo universo, está morto nesses próprios lugares!
Sofro, mas expio a resistência que opus a Deus. Tinha por missão instruir e esclarecer; primeiro o fiz, mas a minha luz se extinguiu em minhas mãos na hora marcada para a luz!...
Felizes filhos dos séculos dezoito e dezenove, é a vós que está dado ver luzir a luz da verdade; fazei que vossos olhos vejam bem sua luz, porque para vós ela terá raios celestes
e sua claridade será divina!

VOLTAIRE.

 
Filhos, deixei falar em meu lugar um dos vossos grandes filósofos, principal chefe do erro; quis que viesse vos dizer onde está a luz; que vos pareceu ele? Todos virão repetir-vos:
Não há sabedoria sem amor nem caridade; e dizei-me, que doutrina mais suave para ensiná-lo que o Espiritismo? Não saberia muito vo-lo repetir: o amor e a caridade são as
duas virtudes supremas que unem, como o disse Voltaire, a criatura ao Criador. Oh! Que mistério e que lugar sublime! minhoquinha, verme da terra que pode se tornar de tal modo
poderoso, que sua glória tocará o trono do Eterno!...

SANTO AGOSTINHO.

ALLAN KARDEC

Fonte : Revista Espírita , Allan Kardec
  

3- BIOGRAFIA DE VOLTAIRE
 
François-Marie Arouet em sua reencarnação como Frances por volta de 21/11 de 1694 ate seu desencarnio em 30 de maio de 1778, foi um grande homem, foi um grande escritor, tinha um grande conhecimento da filosofia iluminista francesa , Defendia a liberdade religiosa e livre comercio.. Foi conhecido com pseudonome de Voltaire,um grande escritor , produziu milhares de cartas , aproximadamente dói mil livros e panfletso, peças de teatros , poemas, Um homem com senso de justiça ,era adepto da reforma social na época, apesar que tais defensores não eram bem vistos , quem emaculasse a censura era considerado Persona não grata.
Acabou usando de suas obras literárias para fazer crítica a Santa Madre Igreja e outras instituições daquele país. Ele influenciou através de suas escritas , o meio político sócio econômico da época, pois foi considerado um dos grandes pensadores do iluminismo , que posteriormente influenciou alguns pensadores da Revolução Francesa. Ele não tolerava injustiça de qualquer espécie, principalmente as religiosas e políticas. Devido a seu temperamento e comportamento acabara exilado da França. Foi um dos grandes adeptos da Liberdade de Expressão. Sua corrente de pensamento acabou criando tendências como o Liberalismo, fez com que ele tornasse conselheiro de Monarcas.. Ele tinha uma grande preocupação com a polução. Destacou-se como conselheiro de Fredercio II da Prússia que era um líder esclarecido. Entrou para a vida social como Maçom, que teve apoio de Benjamin Franklin . Voltaire defendia pena justos a acusados, que independente de qualquer pena cometida, o réu deveria ter um julgamento justo,e que a pena deveria ser igualitária independente da classe social Defendia convicções de que todo governo deveria ser racional, lógico e dirigir uma nação com leis igualitárias para seus súditos. Voltaire transformou-se num perseguidor ferrenho dos dogmas, da igreja católica, deixando evidente a todos que talvez poderia ter mudado de comportamento com relação a fé cristã que possuía.

Citaremos uma famosa citação de Voltaire publicada em uma renomada revista francesa , em abril de 1778, páginas 87-88, , ele diz o seguinte:
"Eu, o que escreve, declaro que havendo sofrido um vômito de sangue faz quatro dias, na idade de oitenta e quatro anos e não havendo podido ir à igreja, o pároco de São Suplício quis de bom grado me enviar a M. Gautier, sacerdote. Eu me confessei com ele, se Deus me perdoava, morro na santa religião católica em que nasci esperando a misericórdia divina que se dignará a perdoar todas minhas faltas, e que se tenho escandalizado a Igreja, peço perdão a Deus e a ela. Assinado: Voltaire, 2 de março de 1778 na casa do marqués de Villete, na presença do senhor abade Mignot, meu sobrinho e do senhor marqués de Villevielle. Meu amigo."

  Seu desencarnio foi em 30 de Maio de 1778, na época de sua morte ele recebeu varias homenagens de revistas principalmente desta, onde enumerava suas qualidades morais, de justiça e igualdade. Ele citado pela revista francesa da seguinte forma :
 "o maior, o mais ilustre e talvez o único monumento desta época gloriosa em que todos os talentos, todas as artes do espírito humano pareciam haver se elevado ao mais alto grau de sua perfeição".
Voltarie foi sepultado na abadia de Scellieres. Em 2 de junho, mesmo tendo sido perseguido alguns dogmas da Igreja católica, posteriormente seus restos mortais foram transferidos para o Panteão de Paris, lugar onde era levado os restos mortais de figuras ilustres da época. Sua cripta , é de frente ao seu inimigo Rousseau e possui os seguintes dizeres:
"Aos louros de Voltaire. A Assembléia Nacional decretou em 30 de maio de 1791 que havia merecido as honras dadas aos grandes homens".
Voltaire foi um grande homem, teve um grande compromisso com o povo Francês, conseguiu levar grandes mudanças como a liberdade de imprensa , reformas no sistema político econômico Frances, revisão da justiça criminal da França, revisão tributaria junto ao clero e nobreza.

 
Frase de Voltaire:

Devemos julgar um homem mais pelas suas perguntas que pelas respostas.
Encontra-se oportunidade para fazer o mal cem vezes por dia e para fazer o bem uma vez por ano.
Os infinitamente pequenos têm um orgulho infinitamente grande.
Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las.
Que Deus me proteja dos meus amigos. Dos inimigos, cuido eu.
Uma coletânea de pensamentos é uma farmácia moral onde se encontram remédios para todos os males.
Só se servem do pensamento para autorizar as suas injustiças e só empregam as palavras para disfarçar os pensamentos.

A alma é uma fogueira que convém alimentar, e que se apaga dado que não se aumente.

Há muito poucas repúblicas no mundo, e mesmo assim elas devem a liberdade aos seus rochedos ou ao mar que as defende. Os homens só raramente são os dignos de se governar a si mesmos.

0 comentários:

Postar um comentário

Leia com atenção

Leia com atenção

Nota de esclarecimento

As imagens contidas neste blog, são retiradas do banco de imagens da rede web.
Agradeço a todos que compartilham na rede tais imagens e até mesmo textos.
Caso haja algum problema de utilização em meu blog de algum material de sua autoria, entre em contato para que eu proceda a retirada.
Luciano Dudu